Pesquisar neste blog

sexta-feira, 29 de julho de 2016

ocupando

"OCUPANDO O MENOR ESPAÇO" 
Palestra em Francisco Morato SP - 2003

Um estudo sobre luz, matéria e tempo, como dividir o "espaço-temporal" como viver em um corpo limitado á três dimensões com um Espírito sem fronteiras. 


A Lei de Hubble e a Expansão do Universo - Edwin Hubble | 1929



A confirmação da expansão do universo, decorrente da teoria da gravitação de Albert Einstein (1879 - 1955), deve-se principalmente ao astrónomo americano Edwin Hubble (1889-1953). Num artigo publicado em 1929, Hubble representou esta ideia espantosa através de um gráfico de uma simplicidade desarmante. 

Em ordenadas indicava as velocidades, em km/s, de várias fontes luminosas (estrelas ou agrupamentos de estrelas em diferentes galáxias) e, em abcissas, a distância, em parsecs, a que se encontram da Terra. 

A relação de proporcionalidade directa entre velocidade e distância – a famosa lei de Hubble – mostra que, quanto mais afastadas as fontes se encontram da Terra, mais depressa se afastam dela. Assim, no decurso do tempo, as dimensões do universo aumentam. 

No gráfico, a linha recta a cheio e os pontos negros resultam de estrelas individuais, enquanto a linha a tracejado e os pontos brancos decorrem de agrupamentos de estrelas. Fonte:

A Terra Era um Só Continente no Início?


A Bíblia registra um fato interessante.
Gênesis 10:25 E a Éber nasceram dois filhos: o nome de um foi Pelegue, porquanto em seus dias se repartiu a terra, 

E mais uma vez o mesmo acontecimento foi registrado em 1º Cronicas 1:19 - E a Éber nasceram dois filhos: o nome de um foi Pelegue, porquanto nos seus dias se repartiu a terra, 

Na antiguidade oriental costumava-se dar nomes aos filhos de acordo com certos acontecimentos importantes. É interessante ressaltar que o nome Éber significa "União" e o nome Pelegue significa "Divisão". Fonte